Páginas

Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Trens na Russia- um russo de familia

Depois dos primeiros dias em Moscou comecei a pensar em ir para ST Petersburg. Não estava nos planos iniciais mais resolvi ir. Uma hospede do hotel escreveu num papel o que eu queria:


Na parte de cima estava o numero do trem de ida e o tipo de assento que eu queria. Na verdade eram duas camas, num trem chamado Noturno, onde as pessoas podem ir dormindo em camas relativamente razoáveis. Cabem 4 pessoas em cada compartimento do vagão, duas embaixo e duas em cima.

Compradas as passagens, não sem alguma dificuldade, pois ninguem fala uma palavra de qualquer outro idioma que não o deles,  voltei ao hotel e ai fui surpreendido com a informação de que as duas passagens (minha e do meu filho) tiveram preços diferentes, sendo no mesmo local fisico do trem (!!), mas o principal era que o trem sairia de outra estação, não de onde eu comprei e para onde eu ia a pé.

Eis os bilhetes de ida:


A ida transcorreu bem. No nosso "quarto" havia apenas  mais uma pessoa. Um russo, que logo puxou papo, o que me deixou atonito, pois fora a primeira pessoa em todo aquele país que puxava papo. Ele percebeu que eu não falava uma unica palavra em russo e tentou um inglês muito rudimentar, mas dava para se comunicar.

Era da Força Aérea e estava em vias de se aposentar, aos 35 anos de idade. Tinha uma filhinha que nascera no Canada durante um campeonato de hoquei no gelo que ele e a mulher foram. Mostrou fotos da menina e da esposa. Perguntou-me sobre o motivo da viagem à Russia e quanto tempo ficaria, etc. A conversa fluiu melhor quando ele começou a beber cervejas vendidas pelo restaurante ambulante do trem. A lingua destravou e o inglês fluiu melhor. Mas logo eu me cansei e fui dormir. Acordamos cedo no outro dia com a comissária avisando, também numa tentativa de inglês que chegariamos em 30 minutos.

E chegamos no horário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: