Páginas

Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Viagem ... Marabá

Na viagem eu passei por aqui dormindo, ja que a longa duração da viagem fez com que as forças se fossem. Não tive a oportunidade de ver a estação, então um poquinho da história local:

Um poema escrito por Gonçalves Dias inspirou Francisco Coelho a denominar o seu armazém de aviamento de Casa Marabá, no então povoado de Pontal. O armazém, na verdade um grande barracão, servia aos pioneiros de todo tipo de secos e molhados. Lá, segundo a tradição, Coelho comprava o caucho coletado, andiroba, copaíba, frutos da mata, caças diversas, e nos fundos mantinha um cabaré, com a venda de bebidas e shows com mulheres que ele mesmo mandava vir do extremo leste da Amazônia.

Somente em 1904 a subprefeitura do “Burgo do Itacaiúnas”, é transferida para o povoado de Pontal, na época com 1500 habitantes, com o nome de Marabá. É a primeira vez que esta denominação aparece em um documento oficial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: