Páginas

Total de visualizações de página

terça-feira, 2 de novembro de 2010

FESTIVAL DA CERVEJA 9 - TCHECAS


A cerveja 1795 que comprei na Tortula e trouxe para o Rio para um "festival" é a cerveja premium lager original da famosa cidade de Budweis, na Bohemia - República Tcheca, produzida pela cervejaria BMP (Budejovicky Mestansky Pivovar) a mais antiga cervejaria da região, fundada no centro histórico em 1795.

Referência mundial em cervejas lagers, Budweis é cidade de origem de excelente cervejas lagers há mais de 700 anos. Segundo diz o site da empresa, fabricada sob rigorosos e tradicionais processos, a Cerveja 1795 atinge os mais elevados padrões estabelecidos pela "demoninação de origem controlada" (DOC) determinados pela União Européia, exclusivamente para cervejas produzidas na cidade de Budweis.

Apreciada por sua cor dourada, paladar redondo e balanceado amargor, a BMP produz e prepara seu próprio malte, utiliza o famoso lúpulo de Saaz e água de fonte própria retirada de mais de 270 metros abaixo da terra. Eu a bebi, mas meu paladar não gostou!

A segunda Checa que comprei na Tortula e que trouxe para o Rio também foi a Czechvar. Diz o site da Breja que a Czechvar Premium Lager é produzida pela Budejovicky Budvar, uma das mais respeitadas cervejarias da República Tcheca e do mundo e vem produzindo sua famosa lager na cidade de Budvar, na República Tcheca, desde 1265 ao mesmo tempo em que, vem colecionando prêmios e sinceros adoradores por todo o mundo.

Fiquei sabendo pelo site que a Czechvar é o nome “americano” da lendária Budweiser Budvar, produzida desde 1895 na cidade de Ceské Budejovice. Devido a uma interminável contenda judicial com a Budweiser norte-americana, a cervejaria não pode usar seu nome original nas Américas. Agora que a INbev comprou a Bud quem sabe a coisa se resolve.
Gostei mais dessa do que da 1795.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: