Páginas

Total de visualizações de página

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Impressões sobre Orlando 2 - Atrações


Parques

Do ponto de vista turístico, Orlando tem 2 tipos de atrações: Parques temáticos e shoppings centers.

Parques temáticos existem aos montes. Os mais famosos são os da Disney, o da Universal, o Seaword e o Cabo Canaveral, que já foram comentados nos posts anteriores. Além desses, existem diversos outros, alguns bem pequenos (um quarteirão), que não se destacam, não por falta de virtudes, pois são melhores que quase todos parques brasileiros, mas porque os parques grandes e famosos roubam a cena. Tem parque de crocodilos (que os americanos adoram), de cenários de cinema, de cachoeiras artificiais, de tobogãs, de montanhas-russas, de brinquedos, de golfe, etc.

O segundo grande tipo de atração de Orlando são os shoppings centers. Recomendo para quem viajar para a Flórida, com o intuito de fazer compras, que leve apenas 2 mudas de roupa (a do corpo e mais uma de backup). Não desperdice espaço na sua mala com roupas daqui.

Compras

Há muitos e em tudo que é lugar. Obviamente, não é quantidade nem a estética dos shoppings que importa, mas o preço das mercadorias. Quase tudo é muito barato, ou melhor, quase tudo no Brasil é muito caro e portanto tem que aproveitar quando está fora. Para quem gosta de eletrônicos, o estado da Flórida é um paraíso. Muita coisa que não existe no Brasil e preço, em média, metade do nosso. Roupas também: Marcas consagradas (Adidas, Nike, Puma, Reebok, Timberland, Tommy Hilfinger, Guess, etc.) por preço de lojinha (Renner, C&A, etc).

São marcas populares, voltadas para a classe média. Não dá status algum usá-las. O pessoal compra porque são produtos bons e com preço em conta. Com os carros ocorre a mesma coisa: Os americanos compram o Chrysler 300 porque é um carro barato. Só brasileiro paga R$ 200.000 por ele. Os americanos não pagam esse preço por ele, nem por Mercedes, BMW ou Audi.

Já que o assunto é carro, vou fazer mais uns comentários: Ka, Peugeot, Renault e Fiat não existem por lá. Ainda bem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: