Páginas

Total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Festival da Cerveja 4 - Suiça

Voce percebe que está de ferias quando num sabado a noite entra num boteco e pede uma cerveja sem se preocupar quanto ela custa.

Se voce esta de férias num pais estrangeiro e a lingua é uma barreira isto pode ser pior, mas vale considerar o risco de provar uma boa cerveja. Em Lausanne, Suiça, em 18 de setembro eu e dois colegas de trabalho saimos para tomar uma cerveja e comer alguma coisa.

A despeito da cidade estar deserta, conseguimos um lugar. Neste bar, uma simpática atendente nos ofereceu provar cervejas do norte da Italia, Piemonte, artesanalmente feitas.

Sem preocupar-nos com o custo, pedimos as seguintes "birras":


Vale a historia da delicia:

Ela é uma Cerveja branca típica (ou witbier Blanche Bier), de estilo belga. A cor é um amarelo pálido, brilhante, com um tampão de espuma generosa do grão fino e compacto do trigo. A efervescência é bem percebida na boca. No paladar o sabor citrus (da laranja que acompanha a produção, diferentemente da interpretação original deste estilo, também se usa toda e não apenas na casca) é intensa e bem definida. Há ainda um leve sinal do gosto de coentro (o outro componente principal) que marca a bebida.

O baixo teor alcoólico ganhou, o apelido, merecido, de cerveja "para crianças" e leva, de fato, não surpreendentemente, no rótulo o nome de Isaac, filho de Teo Musso, o fabricante piemontes que com esta cerveja nova, queria celebrar o nascimento do filho.

Depois de saborear as delicias italianas a conta: Cada uma delas tinha custado US$40!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário: